• Ascom Sindspef

A longa espera dos concursados em SG


A prefeitura, depois de ter sido praticamente forçada em 2011 a realizar concurso para contratação de novos funcionários para a administração direta e indireta, hoje posterga o quanto pode a posse dos novos servidores. O concurso daquele ano, fruto de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) negociado com o Ministério Publico (MP) estadual, previa o preenchimento de vários cargos em diversas áreas, mas poucos foram convocados e o prazo legal para a convocação expira esse ano.

O caso mais grave e exemplo do descaso é no Instituto de Previdência (Ipasg). Sete pessoas foram convocadas, passaram por todo o processo de contratação, se desligaram dos seus antigos empregos e continuam sem tomar posse. É o caso de Robson Dutra (foto à direita), que espera nomeação no IPASG.

Segundo Rosângela Coelho, presidenta do Sindspef, essa situação resume bem a cultura de desvalorização do servidor municipal e a preferência pelos cargos precarizados em regime de comissão, os famosos comissionados: “Os cargos comissionados em nosso município se tornaram um problema grave reconhecido inclusive pelo Ministério Público, que obrigou a prefeitura a assinar um TAC e contratar novos funcionários em regime estatutário. A valorização do servidor começa com sua estabilidade, e isso se reflete em toda a administração”, afirma Rosângela.

Dados do MP em 2011 revelaram que no município existiam 5.500 cargos em comissão, o equivalente a 40% do quadro de funcionários da prefeitura.

"Chegou um momento em que passava pela cabeça a possibilidade de não ser nomeado mesmo sabendo que teria direito ao mesmo." Robson Dutra

"Tive que pagar 2.500 reais por um mandado de segurança pra garantir que eu consiga algo que é um direito meu, além disso, tive problemas de ansiedade e insônia preocupado com a nomeação, pois estava desempregado e dependendo financeiramente da minha mãe que é viúva. Cheguei a tentar emprego no setor privado, mas não consegui. Inclusive um deles descobriu que tinha sido convocado por esse concurso e não quiseram me contratar por conta disso."

Tiago Medeiros, técnico previdenciário - IPASG (foto)

#NOTÍCIAS

17 visualizações

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS DE SÃO GONÇALO - SINDSPEF-SG

CNPJ: 05.208.698/0001-59

Rua Simeão Custódio, 48 - Centro, São gonçalo/RJ

ASCOM

Agência AB

Copyright ©Agência AB 2020 

  • instagram-logo-png-transparent-background-800x799
  • IMG_5754